Sem Refúgio: toneladas de Lixo Cobrem As Costas Remotas do Alasca

Um biólogo marinho viajou ao sudoeste do Alasca em busca de lixo oceânico que tinha chegado à costa em uma magnífica região rica em peixes, aves e outros animais selvagens. Ele e seus colegas descobriram uma abundância de lixo – o equivalente a uma tonelada de lixo por quilômetro em algumas praias.

http://e360yale.universia.net/sem-refugio-toneladas-de-lixo-cobrem-as-costas-remotas-do-alasca/?lang=pt-br

Imagem

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", São Paulo/SP: Editora Scortecci, 2013, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", São Paulo/SP: Editora Biblioteca 24horas, 2015 e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Curitiba/PR: Ed. Juruá, 2018. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em sustentabilidade e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s