Da série “Inimigos do Condomínio” #16

As famigeradas pragas urbanas, nossas conhecidas de longa data, não poderiam deixar de ‘participar’ desta série.

Também conhecidas pelo pomposo termo técnico “animais sinantrópicos”, são aqueles que se adaptaram e convivem com os seres humanos.

Afinal, baratas, moscas, formigas, ratos, mosquitos, pernilongos, cupins, pulgas, escorpiões, pombos, além de provocar medo – pânico em algumas pessoas – também causam danos ao patrimônio, doenças e até a morte.

Veja alguns exemplos na lista abaixo:

Baratas – gastroenterites.

Moscas – distúrbios gastrointestinais.

Formigas – reações alérgicas.

Ratos – leptospirose, tifo, peste bubônica e hantavirose.

Cupins – destroem o patrimônio, podendo comprometer estruturas de madeira, móveis, fios, cabos elétricos e de telefonia.

Pulgas – dermatites alérgicas, tifo, peste bubônica.

Escorpião – o veneno inoculado pelo ferrão pode causar convulsões e paralisia dos músculos respiratórios, podendo levar à morte pessoas debilitadas.

A sabedoria popular nos ensina que tudo começa com uma boa limpeza no local onde se vive. Sem esquecer, óbvio, as quatro condições essenciais a sua sobrevivência – água, alimento, abrigo e acesso.

Embora, ao levar a problemática para dentro do condomínio, a boa higiene não elimina totalmente a probabilidade de eles aparecerem. Confira a legislação em sua cidade e veja se não há uma periodicidade estabelecida para o controle.

Há quem afirme que nós, os tais ‘seres humanos’, é que encabeçamos a lista, mas isso é uma outra história…

Para finalizar, por ora, sugerimos a leitura do manual publicado pela PMSP, no link http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/Sinantropicos_1253903561.pdf.

Imagem

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", São Paulo/SP: Editora Scortecci, 2013, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", São Paulo/SP: Editora Biblioteca 24horas, 2015 e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Curitiba/PR: Ed. Juruá, 2018. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em manutenção e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s