Da série “O condomínio ideal” #7 – Vizinho

Em condomínios, a condição de ter ou não vizinho praticamente não existe. O de cima, o de baixo, os do mesmo andar…

O que é preciso ter em mente é a civilidade que deve permear a relação entre todos que lá habitam, trabalham ou circulam.

Cortesia, urbanidade, polidez.

Imagem

Se se consegue imprimir essas características no nosso dia a dia teremos respeito ao nosso merecido descanso, eis que iremos respeitar o descanso alheio.

Ter regras claras também é primordial.

O Regulamento Interno bem detalhado também ajuda a dirimir dúvidas, a pontuar os limites dos direitos de cada um em relação aos demais, disciplinando minuciosamente as condições de utilização dos itens de lazer, especialmente os horários dos eventos, os sons e barulhos permitidos, número de convidados, reserva antecipada, quando for o caso, e tantas outras questões.

Enfim, vizinho ideal é aquele que, como você, não cria problemas ou gera reclamações aos moradores adjacentes, sem abrir mão de seus direitos, mas, sobretudo, de seus deveres.

Pura cidadania.

 

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", São Paulo/SP: Editora Scortecci, 2013, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", São Paulo/SP: Editora Biblioteca 24horas, 2015 e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Curitiba/PR: Ed. Juruá, 2018. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em convivência e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s