Por que Copenhague é uma capital verde?

Cidade das bicicletas, cidade sustentável, cidade modelo, capital verde. Todos esses nomes são característicos de Copenhague, a capital da Dinamarca. O município possui um investimento em meios de transporte sustentáveis, o que melhora a qualidade de vida de seus habitantes. Mas não é só isso. Veja alguns outros motivos:

Bicicletas-Copenhague

Pocket Parks:

A onda dos Pocket Parks começou por lá. Trata-se do reaproveitamento de locais públicos pouco utilizados, como esquinas, para fazer um pequeno parque, com cerca de 5 mil metros quadrados. Eles servem como mais espaço verde de descanso em meio à rotina. A meta é que, até 2015, haja 14 em toda a cidade.

Água sem cloro:

Copenhague também fornece aos seus cidadãos água que não contém cloro.

Alimentos orgânicos:

Em 2011, 68% dos alimentos servidos nas cozinhas e lanchonetes das instituições municipais eram orgânicos. A meta é que 90% dos alimentos servidos nas cozinhas e cafeterias da cidade sejam orgânicos até 2015.

Gestão verde:

Em Copenhague, seis dos sete departamentos municipais (o que representa dois terços dos funcionários) têm sistemas certificados de gestão ambiental.

Redução de gases estufa:

Foi traçado um plano de mudanças climáticas do município, que busca reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 20% (em relação 2005) até 2015. O plano prevê também que a cidade seja neutra em carbono até 2025.

Cidade da bike:

Hoje, a cidade totaliza 338 km de ciclovias dispostas em ruas planas e bem sinalizadas, estacionamentos especiais e até pontes exclusivas e a cidade conta com adesão de 37% da população a esse tipo de transporte. Porém, o plano é de convencer 50% da população a adotar a bicicleta como veículo oficial até 2015.

Fonte: http://www.ecycle.com.br/component/content/article/35-atitude/2605-por-que-copenhague-e-uma-capital-verde.html?utm_source=eCycle&utm_campaign=bc987e23a2-Newsletter_111_20_03_2015&utm_medium=email&utm_term=0_ca1df616f8-bc987e23a2-150575977. Acesso 08/05/2015.

Anúncios

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", Editora Scortecci, 2013, São Paulo/SP, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", Editora Biblioteca 24horas, 2015, São Paulo/SP e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Ed. Juruá, 2018, Curitiba/PR. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em diversos e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s