Consumo consciente

Família produziu apenas um saco de lixo durante um ano todo

Rachelle Strauss, a britânica que pode ser considerada com nível de consciência ecológica elevada. O motivo? Ela convenceu a família a reduzir o consumo de resíduos em casa. O resultado foi que ela, o marido Richard e a filha Verona, de nove anos, conseguiram produzir apenas um balde de lixo em 2009.

E quem pensa que, por conta disso, a família passou a viver com menos qualidade, está enganado. Eles reciclam quase tudo. O que compram é adquirido por produtores locais, os restos servem como adubo. Quando não há outro jeito, eles recorrem aos supermercados grandes, mas levam seus próprios recipientes recicláveis para não desperdiçar materiais, a exemplo do plástico.

Segundo Rachelle, ela convenceu o marido no momento em que o apresentou a realidade dos problemas marinhos, causados pelo plástico – que foi o primeiro material cortado da lista de consumo. Posteriormente, eles começaram a reciclar e a utilizar baterias recarregáveis e painéis solares para gerar energia, informou o site Hypeness.

Para dar dicas sobre consumo consciente, o casal, que já é conhecido como Mr. e Mrs. Green (senhor e senhora verde), criou o site My Zero Waste, considerado pela população local como uma referência no mundo da reciclagem.

O resistente balde de lixo produzido pela família de Longhope, na Inglaterra, durante as 52 semanas de 2009, continha alguns brinquedos quebrados, lâminas, canetas ou outros objetos aos quais eles não conseguiram dar outra vida.

Imagem

Fonte: http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2013/setembro/conheca-a-familia-que-produziu-apenas-um-saco-de?tag=consumo_consciente#ixzz2g5qd3dtT

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", São Paulo/SP: Editora Scortecci, 2013, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", São Paulo/SP: Editora Biblioteca 24horas, 2015 e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Curitiba/PR: Ed. Juruá, 2018. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em sustentabilidade e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s