Seu Delegado, ocorre que… Causo #18

O síndico, no quarto mandato, era pessoa esclarecida, querida e respeitada pela grande maioria da comunidade condominial.

Tudo transcorria bem na assembleia ordinária de aprovação de contas, de previsão orçamentária para o próximo período, sem eleição de síndico e conselho, como das outras vezes; enfim, uma daquelas consideradas mornas.

De repente, em “assuntos gerais”, um senhor aparentando mais de setenta anos de idade – e já nervoso – levantou-se e vociferou ao síndico, exigindo que ele tomasse severas providências em relação a um condômino que teria cometido assédio, nas áreas comuns do edifício, em relação à sua filha, de quase quarenta anos ou pouco mais.

Apesar desse condômino também estar na assembleia, com a respectiva esposa, tal senhor – falando alto e com o dedo em riste apontando para o nariz do síndico – foi se encaminhando à mesa que dirigia os trabalhos.

A essa altura o síndico, já em pé, tentou estabelecer um diálogo. Qual nada! Acabou levando um soco no nariz! E foi direto para o Distrito Policial registrar B.O.

Assim, mais uma vez, a polícia acabou participando de uma assembleia condominial.

skyline sp (3)

A autoridade do presidente da assembleia não se questiona. Mas, nesse ca(u)so, embora ele tenha tentado acalmar o “tal senhor”, aconteceu o que aconteceu.

Foi tudo muito rápido, todos se surpreenderam!

O foco principal, ao analisar o episódio, é, em dúvida, a questão da convivência no seio condominial.

Teria havido assédio sexual dentro do elevador, alegado pela filha do agressor, sem, contudo, qualquer comprovação: não havia câmeras na cabine e nenhuma testemunha presenciou o fato, ou, se presenciou, não quis se expor.

Houve a acusação, e o condômino envolvido, também muito conhecido por todos, deu sua versão dos fatos, desdizendo o que fora afirmado. Isso ocorreu no dia anterior à assembleia.

O síndico não tem competência para resolver esse tipo de ocorrência, típico caso de polícia, onde, aliás, tudo terminou.

Anúncios

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", Editora Scortecci, 2013, São Paulo/SP, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", Editora Biblioteca 24horas, 2015, São Paulo/SP e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Ed. Juruá, 2018, Curitiba/PR. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em assembleia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s