Limpeza de caixas d’água

Manutenção, para o síndico, deve ocupar os primeiros lugares na sua escala de prioridades. Aliás, o tema está inserido naquele rol de “inimigos do condomínio”, publicado no blog em 19 nov 2013 no post Da série “Inimigos do Condomínio” #5, categoria ‘manutenção’.

Um sem-número de consequências imprevisíveis, certamente desastrosas e desgastantes pode aí ter sua origem, havíamos dito na época.

E é assim mesmo.

lua-cheia-em-sp2_marcia-reyes

Foto de Márcia Reyes

A contratação de empresas para qualquer tipo de serviço a ser executado no condomínio tem que se revestir de certos cuidados.

O artigo Dicas na contratação de produtos e serviços, publicado em dois posts, em 23 e 24 abr 2014, categoria ‘administração’, vem ao encontro do que se acabou de dizer.

Toda e qualquer obra ou serviço é importante, mas, aquelas em que a nossa saúde está diretamente relacionada, há que se redobrar a atenção – caso da limpeza de caixas d’água, ou dos reservatórios de água potável, como também são chamadas.

Os funcionários diretamente envolvidos no trabalho têm que estar devidamente uniformizados, e não de short, camiseta e… chinelos, como às vezes se observa.

A qualidade da água que será consumida depois dessa higienização está intimamente relacionada com o tipo de serviço que se executou.

Nos dias de hoje não dá para correr o risco de se envolver com empresas terceirizadas cujos trabalhadores não têm treinamento, não têm noção de segurança, tudo isso demonstrado, às avessas, pelo “jeitão” informal com que se apresentam.

Definitivamente, não se concebe esse tipo de contratação, exclusivamente de olho no orçamento recebido. Há notícias de acidentes fatais, pela não observância às normas de segurança, além do possível comprometimento da qualidade da água.

Anúncios

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", São Paulo/SP: Editora Scortecci, 2013, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", São Paulo/SP: Editora Biblioteca 24horas, 2015 e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Curitiba/PR: Ed. Juruá, 2018. Ciclista, leitor, cidadão.
Esse post foi publicado em manutenção e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s