Acima de qualquer suspeita

A assembleia discutia sobre a necessidade de se implantar – ou não – câmeras de segurança nas áreas comuns.

Furtos de equipamentos do prédio vinham ocorrendo, bem como de equipamentos de som dos carros, nas garagens. Até algumas chaves storz, aquelas que travam o esguicho na mangueira de incêndio, tinham sumido.

Depois de longa e exaustiva discussão, o síndico – querendo economizar – disse que o mais viável seria a implantação de uma revista, na saída do prédio, de todos os transeuntes com sacolas e/ou mochilas.

Apesar de cansados desse assunto, eis que chega até a assembleia a notícia de que outro quebra-vento de um dos carros na garagem havia sido quebrado e mais um rádio furtado.

O condômino – dono do carro e presente na reunião – esbravejou muito, exigindo uma solução.

Assim, antecipara o final da reunião e foram para a guarita. Lá chegando, avistaram o filho do síndico, acompanhado de outros rapazes, também moradores, vindo em direção à saída.

Em meio ao tumulto que se formou, berrou o síndico:

– Vou começar a revista agora, e, para dar o exemplo, o primeiro a ser abordado será o meu filho!

Parou o filho e pediu para examinar sua mochila e a sacola de um dos amigos, e, para surpresa e espanto geral, o rádio que havia sido furtado estava bem ali, na mochila dele!

Pois é, como bem disse o síndico, “o exemplo tem começar em casa”, não é mesmo?

skyline sp (138)

Furtos e roubos em condomínios acabam acontecendo…

Extintores, capachos, vasos de plantas, lustres, aparelhos de TV, microcomputadores, e tantos outros objetos, sejam do próprio condomínio, sejam de condôminos, são subtraídos diariamente.

Normalmente, são atribuídos a pessoas que vêm e vão diariamente, como fornecedores, prestadores de serviços, entregadores, etc. Nem sempre é possível identificar o infrator, especialmente quando o responsável convive no seio condominial, mas, como vimos, um dia a casa cai.

Apesar de ser assunto de polícia, esse tipo de ação pode ser, digamos, controlado pela administração, aumentando a iluminação de certos locais, instalando um eficiente e bem estudado circuito fechado de TV, dentre outras iniciativas, previamente discutidas e aprovadas em assembleia.

Sobre Orandyr Luz

Consultor, articulista e palestrante, especialista em gestão condominial. Autor dos livros "Evolução Histórica do Condomínio Edilício", São Paulo/SP: Editora Scortecci, 2013, "O condomínio daquela rua - Histórias e causos nesse ambiente peculiar", São Paulo/SP: Editora Biblioteca 24horas, 2015 e "O condomínio & você - Práticas de gestão condominial", Curitiba/PR: Ed. Juruá, 2018. Ciclista, leitor, cidadão.
Esta entrada foi publicada em administração, segurança com as etiquetas , . ligação permanente.

Uma resposta a Acima de qualquer suspeita

  1. Eliane diz:

    Uau! Que zebra, hein?! Espero que esse pai tenha aprendido a dar mais atenção ao próprio filho! Beijos, querido!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s